quarta-feira, 26 de junho de 2013

11 meses e 1/2


Ontem nossa lindeza completou 11 meses e meio.
E como faltam só 15 dias pra ela completar um aninho de idade, acho que esse marco merece um post!
Nina está uma bebê muito sapeca. Sim, ela ainda é uma bebezinha linda. Embora esteja crescendo rápido e aprendendo muita coisa, vai ser nossa bebê por muito tempo ainda.
Todo dia ela aprende algo novo e nos surpreende.
Engatinha por tudo e numa velocidade incrível. Ergue-se se segurando nos móveis, na gente, nos brinquedos...
A hora do banho é uma festa sempre! E agora, quando tiramos a roupa e a levamos pra banheira, ela já vai passando a mão na barriguinha, como se estivesse lavando.
Quando pedimos pra fazer “querida”, primeiro ela faz em si, no rosto, passando a mãozinha. Se pedimos pra fazer na mamãe ou no papai, aí ela faz na gente.
Já sabe quando vamos passear e dá tchau pras bonecas, pros brinquedos, pros penduricalhos do quarto, pra Mona, por Fredo.
Ah, sim, quando eu falo no Fredo, ela balança a mãozinha porque eu sempre falo “Esse Fredo só apronta” e balanço a mão. E ela aprendeu.
E quando o Fredo e a Mona brincam, ela fica louca. Parece que fica na torcida pra brincadeira não acabar.
Mexe em tudo: nas gavetas, abre portas, fuça em tudo. Adora tirar as roupas sujas e espalhar pelo quarto. E sempre sai engatinhando com algo na mão. E isso é um perigo, pois ela cai, prende os dedinhos, bate a cabeça... é um festival de roxo pela testa!
Se cantarmos parabéns a você, ela automaticamente bate palminhas. Sabe fazer o “1” com o indicador, mas finge que não sabe.
Já entende algumas coisas, como por exemplo, quando estamos com a bolinha e passamos um para o outro. Entregamos a bolinha para ela e pedimos para passar para o papai, e ela passa. Depois para a mamãe. E ela entende direitinho.
Adora pegar os livrinhos e ouvir as historinhas.
Está se comunicando mais com a gente. Mas ainda não sai uma palavra completa... fala “papá”, “aba”, “bobó”... e mais algumas coisas que não entendemos.
Quando a vestimos, dou sempre um par de meias pra ela segurar e ela quer colocar no pé.
Na alimentação, embora o pediatra tenha liberado tudo, ainda controlamos os doces e industrializados. Tentamos usar o bom senso para algumas coisas, sem neuras. Não quero proibi-la de experimentar porque acho que proibir ou então não mostrar que existe pode ser pior mais tarde. Claro que têm coisas que não dá pra dar ainda e vamos postergar ao máximo, como refrigerantes, salgadinhos, coisas industrializadas e principalmente com alto teor de sódio. Mas comidinha caseira, frutas e sucos naturais estão liberados! E ela adora.

o primeiro sorvete... experimentando!!!
 Dia desses, a mamãe aqui fez uma papinha de bolacha maisena com leite e achou que ia abafar! Que nada! Nina cuspiu tudo. Não quis saber. Então, ela mesma rejeita essas coisas menos saudáveis.
Ah, os dois dentinhos superiores centrais estão despontando. E isso vai ajudar mais ainda na alimentação dela. Na introdução de novos alimentos.
E estamos mudando o tamanho da fralda para G. Ainda tem M, mas está terminando. Embora ela ainda não tenha 9 quilos, já dá pra trocar.
Tivemos que cortar o feijão por um tempo porque ela estava ficando assadinha e desconfiamos que fosse disso. Melhorou bem, depois de muito óleo Dersani baby, pomada e maisena no bumbum. E agora vamos tentar introduzir novamente o feijão, e aos poucos.
Enfim, muita evolução a cada dia! E daqui 15 dias nossa pequena fará 1 ano! Há um ano estávamos na maior expectativa pela sua chegada, com tudo preparado. E hoje ela está aqui, conosco, nosso maior presente, um amor sem tamanho que, quando pensamos que não pode mais aumentar, aumenta mais e mais!
Filha, te amamos! E esperamos contribuir para que você seja uma pessoa com valores, do bem e feliz!

sexta-feira, 21 de junho de 2013

protesto materno


Pessoal,

Está rolando por aí, pelos blogs e redes sociais um protesto materno.
Eu mesma já fui às ruas protestar, quando tinha 15 anos, nos anos 90, pelo impeachment do Collor. Simmm, eu fui uma cara-pintada com muito orgulho. Pena que não tenho nenhuma foto pra mostrar aqui!
E hoje, já que não dá pra gente ir pra rua e queremos fazer a nossa parte por um futuro melhor para os nossos filhos, compartilho o protesto:
"O Protesto Materno surgiu da vontade de mães fazerem algo pelo país, já que nem todas podem ir para as ruas com o seu filhote. O movimento começou com a adesão de mães blogueiras (mais de 150), que postam em seus blogs nessa sexta-feira suas visões e opiniões sobre o movimento legítimo e democrático que toma conta das cidades! O protesto reúne outras centenas de mães conectadas - que já estão divulgando o manifesto virtual via redes sociais – e as que decidiram levar essa união materna de volta para as ruas.

O intuito é engrossar as manifestações pacíficas que estão acontecendo pelo Brasil, apoiando mudanças além dos 20 centavos e que, sem dúvida, podem fazer da nação verde-amarela um lugar melhor para nossos filhos. Lutamos por educação, saúde, segurança, menos impostos, um basta a corrupção e impunidade.

Nem precisa ser mãe para divulgar o banner e a tag #protestomaterno, criados para representar a iniciativa – que pertence a todas as famílias brasileiras! Mas que fique claro; isso não é apenas a circulação de um banner bonitinho; é a união de pessoas realmente preocupadas com o futuro dos filhos!

Já são mais de 150 blogs maternos participantes, com o apoio de movimentos nas ruas de várias cidades. Nesta sexta-feira, às 10 horas da manhã, haverá um twitaço para balançar esse país!

Por que quem disse que mãe só entende de fralda?! Mãe entende do futuro dos filhos e quer o melhor para eles! Vem com a gente! Ajude, compartilhando, escrevendo, divulgando os links e acompanhando pela tag #protestomaterno! Também usamos#mudaBrasil #acordabrasil #vemprarua #ogiganteacordou.
"
Todas unidas por um futuro melhor!  Agora! Já!

terça-feira, 11 de junho de 2013

11 meses de Ninoca

Ontem nossa pequena completou 11 meses de vida!
Um mês! Falta menos de um mês para ela completar um aninho!
E muitas coisas novas estão acontecendo...  E ela está cada dia mais esperta, linda, cheirosa e cabeluda! :O
Nina está “falante”. E quando ela quer falar, ela tira o bico da boca e desanda a conversar. A língua ninguém entende nada muito bem, mas tentamos responder na mesma língua. Parece que ela entende porque continua falando e rindo!
Durante as refeições, sempre colocamos o cadeirão dela junto à mesa e coloco um prato com comida pra ela ir comendo. Ela ainda não sabe pegar (com a mão) e colocar na boca. Ela pega, olha e brinca. Então eu coloco na boca dela e ela come. E fica feliz e se tem música, ela dança. Já come praticamente o que comemos, mas sempre dou a comida dela antes, pois quando ela come conosco, não sei exatamente a quantidade de comida que ela comeu. E por enquanto é só um treino... Estamos integrando a moça às refeições. Ela está se ambientando.
Desde as férias, descobrimos que ela come melhor quando alguém está falando no telefone. Gente, é incrível. Se ela não quer comer, é só pegar o telefone e dizer “Alô!” e começar uma conversa qualquer e ela come uma colherada atrás da outra!
Nina já brinca mais sozinha. Ainda requer nossa presença em alguns momentos, mas ela percebe que se não estamos por perto, ela pode ir até nós. E como engatinha rápido...
Também já sabe onde estão os potinhos de água e comida da Mona e do Fredo. Com a comida é tranquilo, ela só pega na mão, olha e larga. Às vezes brinca de tirar e colocar de volta no potinho. Mas com a água é um problema. Uma molhança só. Não dá pra deixar porque ela molha a mão, a roupa, o chão, engatinha por cima... uma meleca!
O sono tá daquele jeito (post anterior). Até já perdi as esperanças de ela dormir uma noite inteira algum dia. Melhor viver sem expectativas. Vai que um dia ela durma uma noite toda! Aí vou ficar feliz!
Cada dia é uma surpresa! Cada dia ela aprende uma coisa diferente. E nos surpreende.
No domingo à noite ela recém havia jantado e eu a deixei o cadeirão enquanto organizava e limpava tudo. Notei que ela estava muito quieta. Fui olhar! Sentada, concentrada e com o dedo no nariz. Aí cheguei e ela me olhou e riu. Parecia que queria dizer: “achei um buraquinho!!”.
Outras evoluções:
  •  Às vezes ela faz “1” com o dedinho. Mas quando quer. Nunca quando pedimos.
  • Já conhece o símbolo do Inter e vibra quando falamos “Goooolll... viva o Inter!”.
  • Se alguém espirra, mesmo que esteja longe, ela quer ver. Adora, porque, quando ela espirra, a gente sempre diz: “Saúde”!  desde quando ela nasceu.
  • Bate palminha sempre que cantamos parabéns a você.
  • Escolhe os brinquedos que quer brincar.
  • Adora tomar banho e sabe direitinho quando tem que sair. Aí ela dá os bracinhos pra tirá-la da banheira.
  • Lava a barriguinha, às vezes a perninha e o pé também.
  • Lava a boquinha (e a língua junto).
  • Levanta-se, segurando no sofá, cadeiras... Qualquer lugar onde ela acha que possa se apoiar. Com isso, a testa anda roxa de tanto cair e rolar pelo chão.
  • Coloca as mãozinhas nos olhos para se esconder e brincar de “cucu... tete”.
  • Ainda não gosta de assistir tv, vídeo... por alguns instantes ela até assiste a Galinha Pintadinha, mas já reduziu de 5 músicas para 2.
  • Entende direitinho quando falamos que vamos passear. Aí ela já faz tchau com a mão.
  • Quer arrancar qualquer coisa que colocamos na cabeça: touca, gorro, capuz, faixa. Ela só deixa se dizemos que vamos passear. Espertinha!!!
  • Adora dançar. É só pedir pra ela dançar... sem música mesmo e ela já dança. Se cantar, ela dança mais. Se ela estiver ouvindo uma música então, quase levanta voo!
  • Os dois dentões superiores centrais estão nascendo. Coisa mais linda! Vai ter sorriso “colgate” na festinha de um ano!
  • Aos poucos ela está deixando lavar a boquinha e os dentinhos (mesma tática do telefone usada para comer!) com gaze.
  • Continua usando fralda M.

Gente, é tanta coisa que sempre que publico um post, lembro de mais coisas que não escrevi. Porque de um dia para o outro eles aprendem coisas novas, imitam a gente, conversam, interagem mais e mais.
E é tão gostoso, tão lindo, tão gratificante saber que nosso bebê está crescendo saudável (as viroses deram um tempo por aqui! Graças!), esperto, feliz.
Só tenho a agradecer a Deus por ter nos enviado esse presente tão lindo. Valeu a pena cada tentativa, todo o tempo esperando... porque na hora certa, tudo aconteceu!
Filha, te amamos muito! Cada dia mais!
Parabéns por mais esse mesversário!
E segue uma fotinho com o presente que a dinda Val nos deu ano passado, quando Nina ainda estava na barriga da mamãe... agora, com 11 meses, podemos usar o presente lindo!



Beijo!


segunda-feira, 10 de junho de 2013

como estão as noites?


Desde que voltamos das férias, as noites não foram mais as mesmas. Também não dá pra reclamar. Mas rotina que é bom, num tem, num sinhoô!
Tem dias que a Marina dorme às 9, noutros, às 10, ou ainda, às 11 da noite. Vai do gosto da freguesa ou da quantidade de pilha que ela ainda tem pra gastar!
Às vezes ela não quer pegar no sono no berço. Então, se vejo que ela está chatinha, com sono (ela reclama), aí tento o berço. Se não cola, vamos pra nossa cama. Lá ela fica toda feliz (quem disse que não entende?), toma o mamá dela e desmaia. E é só levar pro berço e ela segue dormindo por umas boas horas.
Mas ela acorda. E se ela acorda, ela quer outro mamá. E se ela quer outro mamá, tem que tomar na nossa cama. Às vezes, ela até toma no berço, mas depois não dorme e temos que levá-la de novo pra nossa cama.
E aí, ela vai até de manhã dormindo.
E por que eu disse lá em cima que não dá pra reclamar? Porque é só uma acordada na madruga. A gente até dorme. Não é tanta função!
Mas, e o “causo” de dormir na nossa cama? Gente, isso me preocupa porque tenho medo que ela se acostume. (Já acostumou...)
Por outro lado é tão bom dormir com ela! Bem juntinha! Ela se vira pro meu lado ou pro lado do papai e  nos abraça. E dorme. E quando acorda, me faz carinho no rosto! Tudo de bom!


Será que isso é só uma “outra” fase? Será que passa? Será que não passa?
E com vocês, como está essa questão?

quinta-feira, 6 de junho de 2013

acompanhamento - 10 meses

Girls!
Seguem algumas fotinhos do ensaio de 10 meses da Ninoca!







terça-feira, 4 de junho de 2013

consulta e novo pediatra


Finalmente conseguimos fazer uma consulta com o novo pediatra.
Depois de dois meses sem consulta, com uma bronqueolite no meio, a segunda dose da vacina da gripe (bebês com menos de um ano tomam duas doses), tosse, catarro, nariz entupido... sobrevivemos! Huhu...
Nas nossas férias, vovó ensinou muitos remedinhos caseiros e, por incrível que pareça, deu resultado. Não vou citá-los aqui porque não quero “estimular” minhas queridas amigas leitoras com coisas que não estão cientificamente comprovadas. Até porque eu fiz porque estava loucamente desesperada quis! Por conta e risco!
Claro que, se fosse algo que comprometesse a saúde da minha filhota querida, nunca faria. Como a vovó já criou três netinhos, ela tem lá sua bagagem e sua confiabilidade no assunto!
Ela ensinou remedinhos pra tosse, garganta... e ainda aprendi a limpar os dentinhos e a boca da Nina sem precisar, por enquanto, escovar os dentinhos (outra receitinha caseira!).
Voltando ao assunto pediatra, Dr. Renato é o nome dele.


Primeiras impressões sobre...
Local do Consultório: ótima localização, fácil acesso... máximo 15 minutos de casa, do trabalho e da escolinha.
Horário do atendimento: ele atrasou uns 30 minutos. Achei tolerável já que a outra as vezes atrasava de uma hora para mais.
Tempo de atendimento: foi de aproximadamente 30 minutos, contando que foi uma consulta de rotina e que tínhamos que contar o histórico da Nina (uma bronqueolite).
Sobre o atendimento: eu adorei o pediatra. Marido também gostou. Ele fez muitas perguntas e, enquanto íamos respondendo, ele ia avaliando o comportamento dela. Deixei-a no chão por alguns instantes para ele ver ela engatinhar. Dei brinquedos para ele vê-la brincar. Na hora de examiná-la, tirei a roupinha dela e eu acho que estava um pouco frio e ela passou todo o tempo do exame clínico berrando chorando. O que contribuiu pra que ele escutasse os pulmões, visse as secreções que saíram do nariz, a tosse... Acabou o exame, acabou o choro.

Nota: 9,5. Não vou dar 10 porque quero ir ainda no próximo mês e ver se todo esse ritual maravilhoso se repete.

E agora, sobre nossa lindeza:
Nina está pesando 8 quilos e medindo 71 cm. O perímetro cefálico é de 48 cm. Todo o crescimento foi bem linear. Na última consulta há dois meses, mais ou menos, ela estava pesando 7,5 quilos, medindo 70 cm de comprimento e 47,5 de perímetro cefálico. Aí vocês vão dizer: Nossa, ela engordou pouco! Sim, foi o que pensei também. Mas o dotô disse que isso é muito normal pelo histórico dela de crescimento e pelo fato de ela estar engatinhando. Sim, ela não para um minuto!
Ele disse que ela está muito bem desenvolvida, muito ativa, o tônus muscular está ótimo. Perguntou se ela já fazia movimento de pinça, se balbuciava algo...  Sim, sim, ela tenta falar... dá tchau, joga beijo, dança quando pedimos, engatinha atrás do gato, quer comer o que estamos comendo, se agarra nos móveis pra se levantar, se apoia nos brinquedos, fica de joelhos, somente com um joelho apoiado e a outra perna apoiada em “L” no chão, bate palminha.
Sobre a comilança: tudo liberado. Pode comer conosco já, nossa comida. Claro que a gente tem que comer coisas saudáveis né?!?! Arroz, feijão, lentilha, massa, carne, ovo, polenta, molho... E tudo ainda amassadinho porque a Nina só tem os dois dentinhos de baixo. Embora ela faça o movimento de mastigação, ela não mastiga nada... mas o treino está valendo pra quando os dentes chegarem. E é tão bonitinho, ela mastiga com a boquinha fechada, bem fofinha!
Falando em dente, os de cima estão querendo nascer... dá pra ver o desenho na gengiva.
Enfim, tudo ótimo com a nossa pequena. E que continue assim!
Pediatra aprovado e bebê saudável!
Beijos!