quinta-feira, 10 de novembro de 2016

e aí, vamos?

É tanta coisa que passa pela cabeça de uma mãe! As mais diversas e sobre todo tipo de assunto, desde aqueles desafios de postar foto nas redes sociais mostrando seu orgulho em ser mãe de menino ou menina, até o que fazer quando o filho fica doentinho!
Quero deixar bem claro que as coisas que escrevo aqui são o que penso, minha opinião. E cada um tem seu jeito e sua opinião. Não é minha intenção ofender alguém ou algum método. Minha intenção é compartilhar. Esse espaço é meu e da Ninoca e aqui compartilhamos nossas experiências.
Há algum tempo eu penso em mudar um pouco a abordagem do blog e falar um pouco da nossa vivência e não só da nossa rotina. Porque aqui acabo colocando só algumas passagens de dias, finais de semana e viagens. Muita coisa acaba se perdendo. Coisas ricas para mim e para quem quiser aproveitar. Eu gosto de escrever e compartilhar.
Mas antes queria saber de quem vem aqui, o que vocês gostariam de falar, conversar, debater? É legal saber o que mais “pega” no dia-a-dia de mães-e-filhos e poder trocar figurinhas, né?!
Eu sei! É bem melhor postar nas redes né?! É on line. É rápido. É fácil. É mais à mão. Mas eu queria ter um lugar pra registrar e poder resgatar um dia.
Sabem por que? Porque eu olho todo dia as estatísticas aqui do blog e vejo o quanto as pessoas ainda vêm aqui ler. E ainda, quantas amigas me perguntam: onde está aquele post que você escreveu sobre tal assunto?  É muito legal isso! Muito útil.
Então, vem comigo? Aceito sugestões de assuntos! 
Beijos!

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

tempo

E já estamos chegando ao final de mais um ano! Como o tempo passa rápido depois que a gente vira mãe, né?! Voa!
E eles crescem rápido. Aprendem rápido. Tudo muito rápido.
Será que nossos pais também pensavam assim? Será que a sensação de passagem de tempo é diferente para cada geração? Ou, em se tratando de filhos, é tudo igual?
Esses dias estava pensando: "Nossa, já estou com 41 anos de vida. Nina tem 4. Logo terá 10, depois 20, 30, 40.... Parece que demorou tanto esses meus 41 anos e os dela vão passar tão rápido!".
Nina está na fase de contar nos dedos quantos anos ela tem, quantos anos têm os amiguinhos, os adultos - e aí, faltam dedos :).
E ela quer crescer. E fazer 10, 20... E eu lembro também que queria crescer. E hoje entendo e repito o que minha mãe falava: "Aproveita pra brincar e ser criança! É tão bom!".
Esse tempo! Ingrato!


segunda-feira, 31 de outubro de 2016

final de semana

Mamãe aqui ficou uma semana off da tecnologia e e-mails e não conseguiu postar mais nada.
Mas agora retomarei os posts para contar os acontecimentos da pequena Nina.

Por aqui a vida social da guria está a mil. Ô vida agitada! Eu, em 41 anos de vida, nunca fui a tanto evento... rsrsrs

Mas é legal ela poder brincar com os amiguinhos e aproveitar a infância.
Nesse final de semana teve manicure com o papai e festinha de Halloween no sábado, brincadeiras e picolé no domingo.

Pura diversão!!!






segunda-feira, 17 de outubro de 2016

lógica

Hoje fui buscar Nina mais cedo na escola porque tinha que buscar o Papai Werner no Pilates. Ela ficou surpresa porque ainda era dia:
Nina: - nossa mamãe, vc veio cedo hoje, né?! Ainda tem sol!
Eu: - sim, a mamãe saiu antes.
Nina: - teu chefe te liberou mais cedo?
Eu: - oi???

Mais tarde, ja com papai Werner no carro, contei do episódio acima e papai explicou: - é que agora escurece bem mais tarde, então sempre vai ter sol quando a gente for te buscar.
Nina: - por quê?🤔🤔
Papai: - porque agora estamos no horário de verãooooo (todo entusiasmado).
Nina (brava):- não é de verão, a gente tá na P-R-I-M-A-V-E-R-A!!!

E aí, vai explicar que o horário de verão começa na primavera e blá, blá, blá.....

😮😮😮😮

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

o dia da família

 Esse ano a empresa onde mamãe trabalha não fez comemoração de dia das mães, nem dia dos pais, nem dia da criança.
As pessoas estranham, né?!?! Até porque é tradição todo ano ter. E esperam as comemorações ansiosas.
Pois é, não teve.
Em compensação, reuniram todos esses dias em um só e agora existe "o dia da família".
Por que o dia da família?
Porque realmente dia das mães, pais entre outros, já está muito ultrapassado, se pensarmos nas várias configurações de família que temos hoje. E o dia da família não exclui ninguém. Participa quem é da família, independente de sexo, cor, idade, religião... é um momento de comemorar com todos.
Nesse dia, todos os colaboradores podem trazer sua família (filhos, amigos, companheiro, mãe, pai, irmão, compadre, comadre, tio, tia, quem quiser) para fazer a festa. Tem um limite, claro de adultos que pode-se trazer. Mas para os filhos, não.
E esse dia da família foi hoje pela manhã.
Teve café da manhã, jogos, brincadeiras, brinquedos, contação de histórias, camarim de pinturas, área para os bebês, algodão doce, cachorro quente, pipoca, games, mágica, teatro, show, pula-pula, visita à área de trabalho dos familiares e muita diversão.
Por mais dias assim nas empresas, nas escolas, na vida!

Hoje também teve festa no trabalho do papai. Ele tinha duas festas pra ir, portanto. Mas não pode, pois tinha curso fora da empresa. Mas ano que vem Nina vai conhecer o trabalho do papai também!  :)