terça-feira, 2 de dezembro de 2014

o desfralde - capítulo final

E hoje é o último capítulo da série “desfralde”, que começou em 15/11/14, num sábado.
Como comentei nos posts anteriores, os 3 primeiros dias ocorreram escapes: 3 no primeiro, 2 no segundo e 1 no quarto dia.
Depois disso, nenhum escape. Gente, super tranquilo.
E, pegando o embalo da mãe de uma duplinha colegas da Nina (temos um grupo de mães no whatsapp) que desfraldou os meninos à noite também, depois de 3 dias que eles acordavam com fralda seca, tirei à noite também. Isso foi no quinto dia após o desfralde diurno, no dia 19/11.
De lá para cá não tivemos nenhum escape, nenhum lençol molhado.
A única coisa que ficou um pouco mais difícil foi a rotina do cocô. Nina travou nos primeiros 10 dias. Ficou sem rotina. Tinha medo de fazer cocô, tanto no penico quanto no vaso. Mas quando a coisa apertava, ela se obrigava a fazer.
Até pensei em ver se ela queria colocar fralda pra fazer cocô, mas aí seria regredir e criar outro problema mais tarde. Então, seguimos firme e agora ela encara o cocô como algo natural.
Como falei, o desfralde precisa ser algo que acriança quer e está preparada. Achei fundamental perceber isso na Nina para tomar a decisão de desfraldar. Quando ocorria algum (d0s poucos) escape, eu perguntava se ela queria colocar a fralda de novo e ela dizia que “não”. Ela estava convicta de que não queria mais.
Sem contar, que temos que ter muita paciência. Estar disponíveis para levar ao banheiro: não na hora em que eles pedem, porque no início, eles não pedem.  Mas levar dentro de um período de tempo. Nos primeiros dias, levávamos a cada 20 minutos. Depois foi espaçando até ela aprender a segurar mais e a pedir.
Hoje, ainda perguntamos se ela quer ir fazer xixi ou cocô. Mas é muito mais raro.
A escola foi fundamental neste processo. Deu muito apoio e foi quem sinalizou que Nina estava pronta para o desfralde. E eu comprei a ideia. Trabalho em conjunto que deu certo.
Eu nunca tive pressa em desfraldar a Nina. Sempre disse que iria desfraldar no tempo dela. Nem que fosse aos 5 anos. Não queria traumas.
Se foi tão cedo assim, foi uma escolha dela. Nós só a ajudamos nesse processo.
Nossa menina está crescendo. Como o tempo passa...

Beijos a todos!


9 comentários:

  1. Obrigada pela visita!!
    Nina está uma mocinha!!! Tomando decisões!!!
    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada vc, Dinha.
      Bjo em vc e no pequeno!!!

      Excluir
  2. Desfraldamos juntas! Manhã e noite também!
    Comecei dia 21/11 e dia 24/11 já estava tudo certo!

    Também acredito na combinação momento da criança + intensivão em casa + paciência dos cuidadores!

    Parabéns pra vocês!

    E, caso queira, aqui o meu relato do desfralde:

    http://confissoesdarecemcasada.blogspot.com.br/2014/12/desfraldada.html

    Beijos,

    Patricia

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Bibi!!

    Nina é muito inteligente e, pelo seus relatos, foi até que fácil o desfralde!

    Aqui tentei no último sábado, mas percebi que vou ter que esperar mais um pouquinho...

    Nina, além de esperta, está a cada dia mais lindinha!!

    Ahhh... Tenta me incluir nesse grupo de mães no Zap Zap, por favor??

    Beijos.

    Mãe & Mel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilica, Mel é bem mais nova que a Nina. Espera ela dar sinais. Vai ser mais fácil pra todos.
      Ah... O grupo e sobdoa pais dos coleguinhas da Nina... Mas podemoavfazer um... Que vc acha??? Bjoo

      Excluir
  4. Viva a Ninaaa! Parabéns mamãe, pela paciência. Lindo de ler e ver o seu
    carinho no desfralde. Nossa netinha está melhor, recebeu alta e até já passou
    uma tarde em minha casa. Desejo uma noite maravilhosa junto de sua princesa Nina. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Nal. Que ela continue com muita saúde.
      Obrigada pelo carinho.
      Bjo.

      Excluir
  5. Linda crescendo esperta e ja tomando decisões não quero fralda parabéns pelo desfralde sem traumas e pela paciência

    ResponderExcluir

Nós AMAMOS quando você comenta!!