sexta-feira, 15 de agosto de 2014

prazer: antibiótico!

Nina esperando na emergência

E Nina ficou dodói.
Nina é uma criança saudável, quase não fica doente. Tem um resfriadinho aqui ou uma febrícula ali por causa dos dentes rasgando a gengiva. E só.
Mas desde domingo ela estava com uma febre de mais ou menos 39°. E que ia e voltava. E vomitou duas vezes. Na quarta pela manhã ela acordou bem caidinha. Mas poderia ser sono. Estava sem febre. Chego no trabalho e logo a professora liga que ela está com febre e com os olhos com coriza.
Era hora de levar pra emergência. DETESTO fazer isso, mas era preciso. E ainda bem que a levamos.
Diagnóstico: amigdalite bacteriana.
Tratamento: antibiótico.
Gente, me partiu o coração. Nina nunquinha tinha tomado antibiótico. Me orgulhava muito disso. Tanto que saí da emergência com o diagnóstico e a receita e liguei para o pediatra dela. Dr. Renato é contra remédios. Só em último caso. E o retorno dele foi: “Pode iniciar. Amigdalite bacteriana não tem escolha.”.
Aí, fui perguntar ao Dr. Google. Também foi enfático: antibiótico nela.
Não tivemos escolha mesmo.
E assim, Nina foi apresentada ao antibiótico.
No segundo dia ela já estava bem disposta e sem sinal da doença ou febre. Mas o antibiótico segue por 10 dias.
O que me consola é que nos primeiros dois anos de vida dela, ela não experimentou.

Próximo passo: marcar um homeopata para prevenir. Mamãe já devia ter feito isso e poderia ter evitado.


3 comentários:

  1. Own, tadinha da Nina.
    Melhoras pra ela. Tomara que ela não precise mais, né?!?
    Beijo e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Aiin... é uma judiação bebê dodói..mas passa! Ainda bem! Obrigada pelo comentário no Recanto! Boa semana! bjs Camila Vaz

    ResponderExcluir
  3. Tadinha...
    Mas tá bom, pitoco com 1 ano já tinha entrado 2 vezes no antibiótico...
    Espero que ela fique boazinha logo!
    Bjs mil e saudades milhões!

    ResponderExcluir

Nós AMAMOS quando você comenta!!