terça-feira, 1 de julho de 2014

2 anos... quase aí!

Logo logo Nina completa dois aninhos. \o/
E esse ano não faremos festão de aniversário. No máximo, pensamos em uma festinha para os coleguinhas na escola mesmo.
Vejam bem, não sou contra quem faz festa todo ano. Festão. Cada um faz o que e como quer!
Nos nossos planos, não estavam nem fazer a festa de um ano. Mas aí, sabe cumé, a gente vê azamiga falando, preparando tudo, e se empolga. E aí, a festa de 1 ano saiu. E foi linda, maravilhosa, perfeita.
Aí, você pensa (e paga língua de novo): nos próximos anos (pelo menos os próximos 3, 4), não vai mais ter festa. Um bolinho pra família ou uma comemoraçãozinha na escola.
E confesso, fiquei me enrolando, enrolando... nem na escola eu estava a fim de fazer. Porque, sim, eu sou preguiçosa, sem imaginação, não tenho inspiração para isso.
Mas aí, pensei (de novo), li os posts dazamigas contando...  e resolvi fazer uma festinha na escola. Vai ser bem simples, mas vai ter bolo, balão, cachorro quente, lembrancinha... tudo bem colorido e divertido.
E dessa vez, quem está providenciando tudo e cuidando dos detalhes é a mamãe.

Como é será que vai ficar? Aguardem as cenas dos próximos capítulos.
Volto pra contar!

5 comentários:

  1. Amiga, Nina vai amar com os amiguinhos é diversão garantida!kkk.
    Mil bjus!

    ResponderExcluir
  2. Aqui estamos nesse ritmo pro 1 ano de Zoe. Equilibrado, claro. Mas com quase 4 meses de antecedênia, já estamos a ver o que fazer pra que ela curta demais esse momento rs.. Saúde para todos aí! bjs

    ResponderExcluir
  3. O importante é que ela vai estar feliz comendo bolinho com amigos !!depois coloca fotos bjs!

    Ah tem sorteio no blog participe http://naineemose.blogspot.com.br/2014/06/sorteio-no-blog.html

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bibi, sem como é isso, já passei por isso, qd meus filhos eram pequenos, tenho 02 um casal. Hoje o mais velho já está com 31 ano. Eu tinha pavor de fazer festa, não era preguiça, era pavor mesmo. Uma vez até desistir de fazer o niver de minha filha com os convites já entregue conversei com ela que ela iria escolher o presente sair com ela, ela já estava acho que uns 08 anos. Ela concordou, imagina ter que avisar as pessoas, nem sei que como foi aquilo. Fora isso fiz aniversário dos dois desde o primeiro aninho. Acho que até 20 anos sempre com amigos mais chegados. Até hoje sempre faço um almoço, jantar fora. etc. Só que sempre fiz só com a família, teve uma ou duas que chamei os amigos quase todos. Mesmo trabalhando fora, eu mesma preparava tudo as lembrancinhas, o arranjo tudo. Alguns deles avó paterna fazia o bolo. Nos outros eu mesma. Lamento não ter feito uma grande festa de aniversário para minha filha qd ela completou 15 anos, (fiz só entre família a pedido dela) Minha família é grande, só entre sobrinhos e netos eram 16 fora os adultos. Hoje qd eu olho para trás e vejo as fotos, vejo que valeu a pena eu não ter me entregue ao panico. O mais de difícil de todos foi fazer o niver de 05 anos de meu filho q completou 03 dias após a morte do pai. E ainda assim fizemos um bolinho só prá ele a irmã e os avós. pois já estava planejado mesmo com muita dor cantamos parabéns prá ele, esse não registrei em fotos. Então amiga, nunca deixe de comemorar, faça na escola, em casa com muitos amigos ou não, quem vai agradecer é a Marina qd crescer de ver o qt é amada. Vai valer a pena. Um bom dia prá vc. Bjss

    ResponderExcluir
  5. Oiii... gostei do seu blog, virei mais vezes!



    Mamãe Aprendiz: http://www.mamaeaprendiz.com/
    Facebook: https://www.facebook.com/mamaeaprendiz
    G+: https://www.google.com/+DanielaMartinsZanatto
    Twitter: @danielazanatto
    beijossss

    ResponderExcluir

Nós AMAMOS quando você comenta!!