quinta-feira, 10 de abril de 2014

21 meses

Hoje nossa pequena grande notável completa 21 meses de vida.
E parece que já faz uma década que ela habita entre nós, fazendo nossos dias mais incríveis, mais completos, mais tumultuados, mais felizes, mais corridos, mais lindos e ensolarados.
Incrível como não consigo imaginar nossa vida sem ela, ou antes dela.
A cada nova palavra que ela aprende, a cada novo gesto que ela faz temos a certeza de que está crescendo a olhos vistos, muito rápido. Todo dia é uma novidade.
Nina praticamente fala tudo. Quer imitar o que fazemos. Está na fase do “fazer sozinha”.
Não quer mais comer no cadeirão. Quer sentar na cadeira, como um adulto e comer sozinha...  tomar água no copo ou na garrafinha e com uma mão só.
No banho, quer se ensaboar sozinha. E quase consegue.
Quer escovar os dentes sozinha também (nesse caso, deixamos e depois damos uma conferida). Dorme sempre no seu quartinho, na sua cama improvisada no chão – há mais de 6 meses não dorme na nossa cama.
E, sim, ela acorda muito à noite. Mas aí levantamos e deitamos com ela, na cama improvisada no chão. E ela volta a dormir. Algumas vezes, ela tem que mamar de madrugada. Mas acho que isso vai ser sempre assim. No quesito sono, Nina puxou à mamãe. E mamãe puxou ao vovô materno da Nina... Algo tinha que puxar. Mas tinha que ser isso?!?!
(Esse negócio de puxou à fulano ou a beltrano rende um post né?!?! boa ideia)
No alto dos seus 21 meses, Nina se mostra uma menina já. Tem poucos traços de bebê frágil.
Sobe e desce sozinha no escorregador. Odeia balanço. Não quer andar de balanço de jeito algum.
Percebe muitos detalhes e sabe diferenciar as coisas da mamãe e do papai. Ela aponta e fala: “exi mamãe” ou “exi papai” (esse é da mamãe/esse é do papai).
Continua comendo bem obrigada. Come muita fruta, legume, feijão, arroz, iogurte, leite, suco... ainda come coisas saudáveis. Vez ou outra deixamos comer um doce, um pedacinho de pizza... mas nunca como prato principal que é pra ela não viciar em porcaria... hehehe
Não tem medo de nada. Não adianta ameaçar com o sapo, o bicho papão, o véio do saco... nada! O negócio é negociar com muita conversa mesmo.
Pede todo dia pra fazer "chuca" no cabelo.
É muito sociável com as pessoas. No início, desconfia, mas depois vai conhecendo o terreno e aí ninguém segura.
Está na fase do “é meu”. Tudo é dela. E tem ciúmes das coisas dela. Só ela, a mamãe ou o papai podem pegar as coisas dela (ou as profes, claro). Faz uma gritaria, escândalo mesmo, quando mexem nas coisas dela.
Continua indo dormir cedo (perto das 21:30)... e acordando cedo... 7 horas da manhã. É um reloginho, faça chuva ou faça sol, seja dia de semana, sábado, domingo ou feriado.
Acho que lembrei das maiorias das coisas dessa fase. Claro que esqueci algumas, pois são tantas...


Filha, parabéns por mais um mês de vida. Você é nosso maior presente e nossa maior alegria e motivação para todo dia acordar e viver mais e mais! Você é nosso sol, nossa estrela, nosso céu, nossa VIDA!

Te amamos, nossa branquela!

2 comentários:

  1. Ele tá linda mesmo. Acho essa fase, até lá pelos 3 anos, tão fofa. Cada dia eles aprendem algo né?! E muuito rápido.

    Não vejo a hora de poder curtir o meu bebê do lado de fora e ver tudo que ele vai aprendendo todos os dias.

    E ela tá enorme. Fica lindona com as xucas no cabelo hehe

    Beijoo

    ResponderExcluir
  2. Mais saúde e mais paz para esse menina preciosa! Muita para vocês também! :)

    ResponderExcluir

Nós AMAMOS quando você comenta!!