sábado, 21 de julho de 2012

amamentação


Nina mamando
 
Desde que fui para a sala de recuperação (da cesárea), lá pelas 22 horas do dia 10/07, as enfermeiras me entregaram a Nina e já a colocaram no peito para mamar. Embora eu nem tivesse leite, foi um bom exercício para ela treinar a "pega"... e tinha um pouquinho de colostro já.
A todo momento, e mesmo sem ela querer, eu fazia esse mesmo exercício e acho que isso ajudou muito no aprendizado dela (e meu).
Ela não tinha fome nos dois primeiros dias de vida. Eu estava preocupada com o leite que não descia e com a falta de apetite dela.
As enfermeiras e pediatra me falavam: calma, ela ainda está com as reservas... podem durar até 48 horas. Ou seja, ela poderia não ter fome alguma por dois dias. Então eu comecei a pensar no que fazer para ter leite quando a fome batesse.
Falei com a obstetra e ela me deu plasil, que segundo ela, é bom para produzir leite. Além disso, eu pedi "aquele remedinho que coloca no nariz e estimula a descida do leite". A ocitocina. Já havia lido sobre isso, caso precisasse.
Pois bem, comecei com o plasil. A ocitocina se coloca no nariz 30 minutos antes da mamada. E treinávamos a "pega". Ah, além disso, me deram um óleo para passar no mamilo, após cada mamada: V-Declair. Muito bom, pois até agora não tive dor, sangramentos, rachaduras, nada. E uso as conchas de silicone que ajudam a formar bem o bico e o deixa arejado.
Já no hospital ensaiávamos as primeiras mamadas. Somente numa madrugada que eu pedi para dar complemento pois ela estava com fome (acho eu) e eu não tinha leite ainda.
Saímos do hospital... viemos pra casa. E eu desesperada aspirando ocitocina... tomando muita água. Gente, sem mentira, é mais de 3 litros de água por dia. Além de comer coisas leves, sem tempero forte... saudáveis. Na verdade, continuei comendo as mesmas coisas da gravidez, quando fazia a dieta para o diabetes gestacional. Só inseri doces, pois li que eles ajudam a produzir um leite fortinho. Evito feijão, chocolate, café puro, coca cola, temperos fortes...
Tomo muito café com leite (pouquíssimo café) com açúcar mascavo, como bolo, pão com margarina... coisas simples mas que sustentam. Agora que ela está mamando bastante (eu dou quando ela pede), está me sugando muito. Eu sinto muita fome e sede. E como. E estou emagrecendo.
Pois bem, voltando: os primeiros dias em casa foram de muita paciência. Meninas, tem que ter paciência. Esse é o segredo da amamentação, pelo menos pra mim. A gente cansa, tem sono, e tem todo um ritual para a amentar (eu fiz o meu). Mas isso é só nos primeiros dias... depois a coisa engrena.
E ela ainda não mamava muito nos primeiros 3 dias em casa (ô menina bem nutrida na barriga!). E eu tive febre. E o leite quase empedrou... então comprei uma daquelas bombinhas bem simples para tirar leite. E eu tirava, colocava numa xícara e dava pra ela tomar, pra ela sentir o gostinho do leitinho da mamãe. E assim fiz até ela pegar mesmo o peito.
Tive que dar complemento em casa uma vez só. Na segunda vez, ela não quis, rejeitou... foi bom... sinal de que ela prefere o meu leite!
A rotina é: primeiro eu troco a fralda dela (sim, deixo ela limpinha e assim ela acorda bem pra mamar e evito trocar depois, causando refluxo, pois ela já tomou o leite), depois dou o peito até que ela queira... aí, mais 20 minutos para arrotar (geralmente o papai ajuda nessa parte). Depois disso: lavar as conchas de silicone, passar o óleo V-Declair, massagear... Tudo isso dá em torno de uma hora, uma hora e meia...
E ainda, no meu caso, tem um seio que a Nina não gosta muito. Posso dizer que já foi pior. Agora eu acho que ela tá se acostumando. Mas é visível que o esquerdo é o preferido. Ela se posiciona melhor, eu consigo segurar melhor, tenho mais força no braço esquerdo... Então, quando tem que dar no direito, e de madrugada ainda, é bem cansativo... mas a gente tá ali pra isso... aí eu tento o direito. se não dá, dou um pouco do esquerdo pra ela sentir o gostinho e depois troco par ao direito novamente... e assim vai.
Por isso, o principal é não ter pressa, ter paciência, conversar, não querer que o bebê tome o leite quando está chorando ou nervoso.
Se ela chora, eu a acalmo primeiro, converso, pego na mãozinha dela, faço carinho... depois continuo... bebê chorando não combina com bebê sugando, pois eles podem se afogar.
Acho que, além de ter condições fisiológicas para amamentar, são necessárias essas coisas pra dar certo:
  1. Ensaiar a pega, logo após o nascimento e insistir, mesmo que ainda não tenha leite
  2. Pedir ajuda para o médico, com medicação para ter leite e para o leite descer
  3. Oferecer o peito sempre, por livre demanda
  4. Ter muita calma e paciência
  5. Nunca dar mamadeira... se precisar tirar leite ou dar complemento, sempre num copinho, xícara ou colher
  6. Conversar com o bebê, acalmá-lo quando ele estiver nervoso. Se você ficar nervosa, só vai piorar a situação
Hoje, 11 dias depois, estamos bem evoluídas no assunto "amamentação". Quando vejo ela mamando, fico tão feliz e me vem na cabeça exatamente a imagem que eu fazia quando está grávida. Ela suga com vontade. E está fortinha, crescendo bem...
É isso, meninas. Não há segredo algum. Existe sim muita paciência, amor e vontade!
Beijos e espero ter ajudado... se ficarem com dúvidas sobre algo, me perguntem... se eu puder ajudar, ficarei feliz!
Beijos!!!

8 comentários:

  1. Bibi, primeiramente obrigada pelas dicas sobre roupinhas. Comprei dois macacões RN que acho que nem vai servir... vamos ver.
    Agora agradeço imensamente esse post. Como é importante para nós essas orientações. Aqui eu pretendo fazer livre demanda tb, por mais que eu já tenha ouvido ao contrario... imagine colocar regras para uma RN... nada a ver,
    Valeu mesmo pelas dicas!
    Bjos nas duas princesas!

    ResponderExcluir
  2. Aff que delicia amamentar né!!! Com a Thais infelizmente so consegui amamentar por 4 meses, mas sei que muito foi por falta de paciência e insistencia, acabei dando a formula ela acostomou não quis mais o peito.
    Dessa vez estou decidia a amamentar, ja comprei as conchas de silicone, protetor de seio pra hora de amamentar e estou usando masse gestação, creio que vou conseguir e minha pequena vai mamar muito e sobre livre demanda ainda!!!

    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bibi! Também estou super disposta a tentar tudinho pra que a amamentação funcione! Adorei as dicas...
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ai Bibi, mega obrigada por todas essas dicas!!!
    É ótimo para né, sabermos relatos reais de quem esta vivendo na prática mesmo, e não só o que lemos por aí...
    Eu vou ser persistente e insistente, assim como vc, e já vou absorver algumas dicas suas.
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Que bom que está dando tudo certinho pra vc e sua florzinha!
    Legais as dicas, quando eu engravidar voltarei aqui para reler com certeza.
    Bjos e que Deus abençoe vcs duas.

    ResponderExcluir
  6. Que bacana Bibi.Ela poder mamar no peito é uma benção.
    Aqui também estamos só com peito , mas preciso usar um bico intermediário.
    um beijo pra vc e pra Nina.

    ResponderExcluir
  7. Que bom que ela já esta mamando direitinho e está cuidando dos seios, eu tbm cuidei e não tive problemas :)
    E você verá como esses primeiros meses de mamada, vai te secar!

    Um excelente início de semana!
    Estou chegando por aqui só agora, por que minhas obras aqui em casa continuam... Mas veja, pelo menos não sou mais aquela visitante da madrugada, rs.
    Bjus

    Rafaelando

    ResponderExcluir
  8. Bibi!
    Que legal, ótimo saber de tudo isso! Boas dicas, úteis, adorei!
    Bjs e ótima semana!

    ResponderExcluir

Nós AMAMOS quando você comenta!!